Última hora

Última hora

Síria: Assembleia Geral da ONU condena Assad e a impotência do Conselho de Segurança

Em leitura:

Síria: Assembleia Geral da ONU condena Assad e a impotência do Conselho de Segurança

Tamanho do texto Aa Aa

A Assembleia Geral da ONU aprovou esta sexta-feira uma resolução que condena o regime de Bashar al-Assad por lançar ataques contra cidades. Além disso, também critica o Conselho de Segurança por ter fracassado na tentativa de travar a violência na Síria.
Portugal fez parte dos cerca de 60 proponentes da resolução que foi aprovada com 133 votos a favor, 12 votos contra e 31 abstenções.
Ioannis Vrailas, representante da União Europeia na Assembleia Geral da ONU, afirmou: “a União Europeia sublinha que aqueles que estão a prejudicar a transição devem ser excluídos e que o presidente Assad não tem um lugar no futuro da Síria. A União continua a apelar a todos os grupos que deixem de lado diferenças e cheguem a um acordo sobre um conjunto de princípios comuns e comecem a trabalhar no sentido de uma transição ordeira e pacífica na Síria.”

O texto pede que se ponha em marcha, o mais rápido possível, uma transição política na Síria.
Mas na Síria o cenário continua a ser de grande violência.
Um vídeo amador, que terá sido gravado esta sexta-feira em Aleppo, mostra uma coluna militar do exército de Bashar Al-Assad a chegar à cidade.

Em Damasco, há relatos de que as tropas sírias invadiram o distrito de Tadamon, ao sul da capital com dezenas de tanques, veículos blindados e soldados, em mais uma tentativa de recuperar o controlo do último reduto de resistência rebelde em Damasco.