Última hora

Última hora

Costa do Marfim: Massacre em ataque a campo militar

Em leitura:

Costa do Marfim: Massacre em ataque a campo militar

Tamanho do texto Aa Aa

Um violento ataque ao acampamento militar de Akouedo, em Abidjan, resultou no massacre de pelo menos seis elementos do exército da Costa do Marfim e na morte de um dos atacantes. Há relatos de feridos, mas sem ter sido revelado um número sequer aproximado.

Um grupo armado não identificado surpreendeu o acampamento por volta das quatro da manhã desta segunda-feira e atacou em várias frentes. Num primeiro momento, os militares, segundo relatos de algumas testemunhas, limitaram-se a tentar escapar aos atacantes.

Deixando um rasto de sangue e morte, o grupo terrorista fugiu após roubar vários tipos de armamento e com os militares costa-marfinenses já em ação de defesa do acampamento e retaliação do ataque.

O massacre desta segunda-feira em Abdijan, a capital económica da Costa do Marfim, seguiu-se a outros ataques ocorridos no país nas últimas semanas. O último dos quais, sem provocar vítimas, aconteceu no passado sábado a uma esquadra da polícia, no bairro de Yopougon, igualmente em Abidjan.

Na sequência do ataque ao campo militar, o presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, convocou uma reunião de emergência com o exército. Ao mesmo tempo, abriu uma caça aos terroristas que atacaram o campo de Akouedo.

Tudo isto na véspera de a Costa do Marfim celebrar esta terça-feira cinquenta e dois anos de independência.