Última hora

Última hora

Madona pede liberdade para as Pussy Riot

Em leitura:

Madona pede liberdade para as Pussy Riot

Tamanho do texto Aa Aa

Madona em Moscovo manifesta apoio ao grupo punk Pussy Riot. A cantora norte-americana cumprimentou as fãs na abertura de sua nova academia, na capital russa e disse que espera clemência para as raparigas.

“Sou contra a censura. Em toda a minha carreira promovi a liberdade de expressão, por isso é óbvio que considero o que se passa na Rússia injusto . Espero que elas não passem muito tempo na cadeia, isso seria uma tragédia”.

Ainda esta segunda-feira o advogado das Pussy Riot denunciou que na nova era Putin nada mudou.
“Não há um juiz, não há justiça, apenas obediência a uma autoridade”.

Nadejda de 22 anos, Ekaterina de 29 e Maria de 24, foram processadas por terem improvisado no dia 21 de fevereiro na catedral de Cristo Salvador de Moscovo uma “oração punk” intitulada “Maria mãe de Deus, leve Putin”.