Última hora

Última hora

EUA: ex-militar neonazi identificado com autor de tiroteio em templo Sikh

Em leitura:

EUA: ex-militar neonazi identificado com autor de tiroteio em templo Sikh

Tamanho do texto Aa Aa

O suposto autor do tiroteio num templo Sikh nos Estados Unidos foi identificado como um ex-militar com ligações a grupos que defendem a supremacia da raça branca.

Membro de um grupo de música neonazi, Wade Michael Page, de 40 anos, matou seis membros da comunidade Sikh de Oak Creek, no Estado do Wisconsin, antes de ser abatido pela polícia.

O Pentágono revelou que o atirador esteve ao serviço do Exército norte-americano entre 1992 e 98, altura em que foi “dispensado”.

O tiroteio volta a trazer à ordem do dia o debate sobre o porte de armas nos Estados Unidos.

O presidente Barack Obama disse que “este tipo de acontecimentos trágicos está a ocorrer com demasiada frequência”, sublinhando que é necessário um “exame de consciência” sobre formas adicionais para reduzir a violência.

Segundo as autoridades, a arma usada por Page foi adquirida de forma legal. O tiroteio acontece apenas 15 dias depois do massacre num cinema de Aurora, no Colorado, que custou a vida de 12 pessoas.