Última hora

Última hora

Surto de cólera atinge refugiados no Congo

Em leitura:

Surto de cólera atinge refugiados no Congo

Tamanho do texto Aa Aa

Um novo surto de cólera surgiu no leste da República Democrática do Congo, depois de milhares de civis terem fugido dos combates entre os rebelde e forças do governo.

OS refugiados encontraram abrigo numa escola, perto da fronteira entre o Congo e o Uganda e Ruanda, nos arredores da capital da provincia de Goma.

Os Médicos Sem Fronteiras instalaram na região uma tenda clínica isolamento.
“Esta zona tem pouca água, não condições sanitárias nem sistema de esgotos. A promiscuidade é grande, tal como a sobrelotação do espaço. Por isso não estão a ser respeitadas as regras básicas de higiéne, fatores que ajudam o aparecimento de doenças como a cólera”, explica Christian Masudi, dos Médicos sem Fronteiras.

A grave situação humanitária está a ser provocada pela verdadeira guerra civil que o país está a viver. Os combates entre os rebeldes, o chamado Movimento M23, e o exército congolês já mataram centenas de pessoas e cerca de 280.000 pessoas foram obrigadas a fugir à violência.
Esta terça-feira os países da região Grandes Lagos encontram-se em Kampala, no Uganda para discutir a situação no Congo.