Última hora

Última hora

Cairo intensifica intervenção militar no Sinai

Em leitura:

Cairo intensifica intervenção militar no Sinai

Tamanho do texto Aa Aa

O exército egípcio anunciou que vai reforçar as operações anti-terrorismo na Península do Sinai, na sequência do ataque mortal, atribuído a militantes islâmicos, na fronteira com Israel, no passado domingo.

Recorde-se que um grupo armado lançou uma ofensiva contra uma série de postos de controlo, matando 16 guardas egípcios. Depois terá tentado irromper por território israelita. Vários elementos foram abatidos.

Seguiu-se uma investida militar massiva na região do Sinai, em torno de Sheikh Zuwaid, com vista à captura dos ativistas islâmicos envolvidos.

O primeiro-ministro egípcio, Hicham Qandil, declarou “o apoio total do governo às operações militares e policiais contra militantes que possam colocar em risco a segurança nacional.” Qandil deixou um apelo à colaboração do povo egípcio, garantindo que os responsáveis pelos atentados serão perseguidos e punidos.

Até agora, não foram avançados detalhes sobre a progressão das manobras terrestres e aéreas no Sinai, mas a televisão estatal já falou em cerca de 20 ativistas mortos, após as operações de busca na localidade de Toumah.