Última hora

Última hora

Egito lança raide aéreo no Sinai

Em leitura:

Egito lança raide aéreo no Sinai

Tamanho do texto Aa Aa

O Exército egícpio lançou um raide aéreo contra alegados rebeldes islâmicos no Sinai, depois de terem ocorrido ataques a postos de segurança. De acordo com membros das forças de segurança locais e residentes, helicópteros dispararam vários mísseis.

Este ataque aéreo provocou pelo menos 20 mortos e dezenas de feridos.

De acordo com as autoridades locais, é a primeira vez que o Exército egípcio dispara mísseis no Sinai desde a guerra com Israel em 1973.

Entretanto, as autoridades egípcias começaram nesta terça-feira a fechar, por tempo indeterminado, todos os túneis que ligam o país com a Faixa de Gaza, depois de, no domingo, um atentado ter morto 16 militares no Sinai.

O ataque, atribuído a jihadistas, aconteceu perto da passagem de Rafah, na fronteira de Gaza com o Egito.

Já na segunda-feira, o governo do Cairo tinha enviado helicópteros para a península em busca dos radicais islâmicos autores do atentado.

Israel acusa os palestinianos do Hamas de ajudar os responsáveis pelo ataque de domingo e de usar os túneis, fundamentais para o abastecimento do território de Gaza, para transportar armas.

Os palestinianos negam qualquer ajuda e acusam ainda Israel de estar por trás do ataque, com o objetivo de criar tensão na fronteira com o Egito e destruir os esforços conjuntos para pôr fim ao bloqueio sobre Gaza.