Última hora

Última hora

Polónia assiste a vaga de falências no setor do turismo

Em leitura:

Polónia assiste a vaga de falências no setor do turismo

Tamanho do texto Aa Aa

Se muitos especialistas previam um verão difícil no setor do turismo na Polónia, o cenário atual não era propriamente aguardado: nada menos do que oito agências de viagens já declararam falência, numa altura em que a época balnear ainda vai a meio.

Muitos polacos decidiram deixar de procurar este tipo de serviços, como explica a agente Elzbieta Strawa, porque as “notícias sobre as insolvências fizeram com que os clientes receassem comprar viagens e depois ficar sem o dinheiro, ou não chegar a ir de férias, ou ainda não conseguir regressar.”

A desvalorização do zloty, a moeda nacional, e a onda de choque provocada pela crise na Europa, potenciaram este contexto. No entanto, o responsável pelo Gabinete de Turismo polaco, Tomasz Rosset, relativiza a situação, afirmando que “em comparação com outros países da União Europeia, o número de insolvências é muito menor.”

Para além das agências, também a OLT, companhia aérea low cost, encerrou a atividade. Só nos dois últimos anos, o setor das viagens na Polónia perdeu mais de 1 milhão de clientes.