Última hora

Última hora

Japão: Nagasaki apela ao fim das armas nucleares‎

Em leitura:

Japão: Nagasaki apela ao fim das armas nucleares‎

Tamanho do texto Aa Aa

Às 11h02 locais, 03h02 em Lisboa, em 1945 explodia a bomba atómica que arrasou a cidade japonesa de Nagasaki.

67 anos depois milhares de pessoas prestaram homenagem às vítimas do ataque no Parque da Paz.

Durante a cerimónia, os responsáveis locais
aproveitaram para pedir ao Governo japonês para que seja revista a política energética, de forma a abandonar a aposta na energia nuclear, principalmente depois acidente na central de Fukushima.

Além disso, o autarca de Nagasaki, Tomihisa Taue, lançou um apelo à comunidade internacional:
“Para que Nagasaki seja a última cidade a ser atacada por armas nucleares, o desenvolvimento e o uso de armas nucleares deve ser proibido”.

A explosão de há 67 anos provocou de imediato cerca de 70 mil mortos.
O lançamento da bomba “Fat Man” era o segundo ataque nuclear da história. Três dias antes os Estados Unidos tinham bombardeado a cidade de Hiroshima…onde morreram cerca de 50 mil pessoas.
De acordo com dados da cidade de Nagasaki, em março deste ano ainda estava vivos quase 40 mil “hibakusha”, nome que foi dado aos sobreviventes do ataque.