Última hora

Última hora

Euromilhões: Maior jackpot de sempre faz sonhar

Em leitura:

Euromilhões: Maior jackpot de sempre faz sonhar

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco números, duas estrelas. Só falta mesmo saber, a esta hora, qual será a combinação mágica a sair hoje para o maior prémio de sempre numa lotaria europeia.

O Euromilhões tem um jackpot de 190 milhões de euros. Já o tinha na terça-feira, mas não houve totalistas. Esta sexta-feira, o prémio tem mesmo de sair porque 190 milhões de euros é o teto máximo do jackpot e as regras ditam que este valor só pode estar a concurso no máximo em dois sorteios consecutivos.

Se não houver totalista de novo, o jackpot será somado ao valor do segundo prémio e, se na combinação dos cinco números e uma estrela, também não houver totalistas, passará para o terceiro e por aí adiante até ser entregue.

Há muita gente a sonhar nos vários países europeus que aderiram ao Euromilhões. Comecemos, na Bélgica, uma pequena ronda pelos sonhos dos europeus.

“Ia-me logo embora daqui. Levava aos meus netos, os meus filhos e o meu marido, e ia para uma linha deserta. Se calhar, comprava mesmo uma pequena ilha”, disse-nos uma avó belga

Em Espanha, a austeridade que afeta o país está a levar muitos a perseguir o prémio dos 190 milhões euros. “Estamos a jogar mais agora. Pode ser que haja um golpe de sorte e assim saímos desta crise. Parece mentira este paradoxo mas quanto mais estamos em crise, mais gastamos em jogos”, sublinha um espanhol à porta de uma casa de jogos.

França não foge à regra. Também aqui as pessoas estão a dar muito “trabalho” aos terminais do Euromilhões. “Eu espero ganhar dois ou três milhões. E os outros podem ganhar tanto quanto eu porque 190 milhões de euros para uma só pessoa é demais”, defende um gaulês.

Uma jogadora, por outro lado, vê a questão de maneira diferente: “É um daqueles momentos em que quem não arrisca não petisca. Além disso, mais do que jogar, o Euromilhões permite-nos sonhar. E se nós não pudermos sonhar, não podemos progredir. Que ganhe o melhor”, rematou.