Última hora

Última hora

Itália: Suspeitas de fogo posto aumentam

Em leitura:

Itália: Suspeitas de fogo posto aumentam

Tamanho do texto Aa Aa

A região de Monte Mario, em Roma, voltou esta quinta-feira a ser fustigada pelo fogo. E isto apenas um dia depois de três pessoas terem morrido vítimas de outro incêndio na mesma zona.

A Itália, tal como boa parte da Europa, está a ser assolada esta semana por uma onda de calor. Mas as suspeitas de fogo posto em boa parte dos muitos incêndios a lavrar em Itália são cada vez mais fortes.

A parte afetada esta quinta-feira em Monte Mario é próxima de uma zona residencial, no norte da capital italiana. Tem um parque repleto de árvores e fica entre o Vaticano e o Estádio Olímpico de Roma.

“O incêndio foi extinto e depois reacendeu-se.
É claro que anda a alguém a puxar fogo. Voltaram a faze-lo esta manhã, pelas 10 horas”, acusou um dos bombeiros, que combateu o fogo em Monte Mario.

A guarda-florestal está revoltada. “Para mim, quem devia arder é quem comete estas infrações”, desabafou outro dos combatentes dos fogos.
As autoridades italianas estão a investigar as causas de todos os incêndios que têm lavrado no país.

Desde 15 de junho, só na região de Roma, foram registados cerca de 220 incêndios – mais 120 por cento do que no mesmo período do ano passado.

O reatamento desta quinta-feira em Monte Mario, que acentuou as suspeitas de haver incendiários a agir em Itália, chegou a ameaçar o complexo Villa Madama, onde está sedeado o ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália.