Última hora

Última hora

Lukashenko furioso

Em leitura:

Lukashenko furioso

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da Bielorrússia está furioso e convencido que o mundo está todo contra ele.

Depois dos incidentes da última semana, acusa agora a Lituânia de conivência na violação do seu espaço áereo. E diz que o governo daquela república báltica tem de se justificar:

“Foi um escândalo. Mas foi uma violação de todos os acordos. E, agora, a Lituânia não deve fugir, como os ratos fogem da vassoura. Eles têm de justificar-se, porque, a partir do seu território, foi violada uma fronteira de um estado. Eu não conheço outros casos, mas a Lituânia vai ter de justificar-se”.

Tudo começou com uma manifestação de jornalistas, exigindo liberdade de informação. Pouco depois, a Embaixada da Suécia distribui livros sobre os direitos humanos, numa universidade.

Na sequência disto, houve expulsão recíproca de diplomatas e dois cidadãos suecos, Thomas Mazetti e Hannah Frey violaram o espaço áereo para distribuirem propaganda. Um jovem estudante de jornalismo que fotografou tudo e publico as fotos num blog, acabou por ser preso.

Duas jornalistas foram entretanto condenadas ao pagamento de uma multa de 400 dólares, cada, por terem fotografado estes acontecimentos.