Última hora

Última hora

UE preocupada com ciganos em França

Em leitura:

UE preocupada com ciganos em França

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia está, novamente, preocupada com as expulsões de ciganos em França.
 
Dois anos depois da circular de Nicolas Sarkozy aos prefeitos, com ordens de desmantelar os acampamentos, agora é o governo socialista de François Hollande, em particular o ministro do Interior Manuel Valls, que está no centro das atenções.
 
A vice-presidente da Comissão Europeia, Viviane Reding, voltou a pedir explicações a Paris.
 
A polícia desmantelou vários acampamentos na última semana, incluindo um em Lille onde viviam cerca de 200 ciganos originários da Roménia e da Bulgária.
 
Embora sem assumir o ato como uma expulsão, o governo francês, então de direita, foi muito criticado pela onda de desmantelamentos de há dois anos, acompanhada pelo pagamento das chamadas “ajudas ao regresso”, de 300 euros por adulto e 150 por criança.
 
François Hollande fez desta questão um tema de campanha, ao atacar as políticas de Sarkozy, mas Bruxelas teme que o novo governo esteja a seguir o mesmo caminho.