Última hora

Última hora

Chamas consomem duas ilhas das Canárias

Em leitura:

Chamas consomem duas ilhas das Canárias

Tamanho do texto Aa Aa

Os incêndios em Tenerife e em Gomera, nas Canárias, já provocaram cerca de cinco mil desalojados.

As altas temperaturas e os ventos fortes estão a dificultar o combate às chamas.

Estes já foram considerados os piores incêndios da última década em Espanha.

Desde há uma semana que centenas de bombeiros travam uma luta contra as chamas na ilha de La Gomera. Só aqui foram consumidos mais 3.600 hectares de floresta.

O presidente da ilha pediu, entretanto, mais meios aéreos numa altura em que o incêndio conta com três frentes ativas.

Aos habitantes nada mais resta que esperar.

“Sentimo-nos mal, impotentes por ver as chamas tão perto” afirma uma mulher.

“Isto está feio por causa da seca e quando assim é, as chamas propagam-se facilmente” adianta um homem.

Em Alicante um pessoa morreu e pelo menos três ficaram feridas num outro incêndio florestal.

As autoridades espanholas declaram, entretanto, extintos 10 incêndios que deflagraram durante o fim de semana um pouco por todo o país.

É o caso da Catalunha e da Galiza. Desde o início de agosto, as chamas destruíram cerca de 1.500 hectares de floresta na região da Galiza e o resultado está à vista.