Última hora

Última hora

Liga Árabe adia reunião sobre a Síria

Em leitura:

Liga Árabe adia reunião sobre a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A Liga Árabe adiou “sine die” a reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros para discutir a situação na Síria e escolher um sucessor para Kofi Annan, enviado especial da ONU e da Liga Árabe.
 
A cimeira deveria realizar-se este domingo em Jeddah, na Arábia Saudita, e deveria contar com a presença de Mahmud Ahmadinejad, o presidente do Irão.
 
Este sábado, a secretária de Estado norte-americana encontrou-se com as autoridades turcas, com quem analisou os desenvolvimentos, nos últimos dias, na Síria, sobretudo, depois dos ataques à cidade de Alepo.
 
As duas partes concluíram que o ideal é a criação de uma zona de exclusão aérea para evitar bombardeamentos.
 
Hillary Clinton foi recebida pelo presidente turco e, mais tarde, falou também com o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdoğan.
 
O ministro dos Negócios Estrangeiros do Canadá esteve também em Amã, onde se comprometeu com um apoio, na ordem dos 3,5 milhões de dólares, para facilitar a instauração de um regime democrático na Síria.
 
John Baird sublinhou que o apoio não se destina à aquisição de material letal: “Tomámos esta decisão, não para a aquisição de qualquer material de guerra. Não estamos preparados para ajudar nesse campo. Mas, estamos prontos para promover a democracia e a liberdade e para construir uma sociedade pluralista”.
  
A Amã chegaram, entretanto, 100 toneladas de ajuda humanitária proveniente da França.