Última hora

Última hora

Presidente do Egito afasta Tantaui do poder

Em leitura:

Presidente do Egito afasta Tantaui do poder

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente egípcio remodelou a cúpula das Forças Armadas e anulou a declaração constitucional que reforçava o poder dos militares.

Mohamed Morsi afastou, este domingo, o ministro da Defesa e chefe de Estado maior das Forças Armadas, Hussein Tantaui, que dirigiu o país desde a queda de Hosni Mubarack, em fevereiro de 2011 até junho de 2012.

O chefe de Estado ordenou, ainda, a passagem à reforma do número dois da cúpula militar, o general Sami Anan.

O novo ministro da Defesa é Abdel Fattah al-Sissi.
Mudanças que não ficam por aqui já que Morsi nomeou para vice-presidente, Mahmud Mekki. Um magistrado que se bateu pela defesa da independência do sistema judicial durante o regime de Mubarak.

A anulação da declaração constitucional adotada pelo exército em junho é, no entanto, considerada a decisão mais controversa. Este passo permite a Morsi recuperar o poder legislativo, mas promete abrir um novo braço de ferro com as Forças Armadas.

Alterações que coincidem com a maior operação militar do Egito na Península do Sinai desde a guerra contra Israel.

Os confrontos entre militares e islamitas duram há uma semana, altura em que foram mortos 16 guardas egípcios.

Este domingo, cinco alegados terroristas e dois soldados egípcios terão sido mortos na fronteira com Israel.