Última hora

Última hora

Reviravolta política no Egito

Em leitura:

Reviravolta política no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Egito demitiu o ministro da Defesa e chefe de Estado maior das Forças Armadas, o marechal Hussein Tantaui e o general Sami Anan, número dois das Forças Armadas.

O novo ministro da Defesa é Abdel Fattah al-Sissi.

De acordo com um porta-voz, Mohamed Morsi, nomeou para vice-presidente Mahmud Mekki.

Este domingo, o primeiro presidente eleito após a era Hosni Mubarack decidiu anular a declaração constitucional adotada pelo exército em junho que reforçava o poder dos militares. Uma decisão que promete abrir um novo braço de ferro entre o presidente e as Forças Armadas.

Mudanças anunciadas no mesmo dia em foram mortas pelo menos sete pessoas no norte da Península do Sinai.

É o resultado dos confrontos entre islamitas e soldados egípcios junto à fronteira com Israel, depois de há uma semana 16 guardas egípcios terem sido mortos.

O Egito alega que os militantes ofereceram resistência e usaram um lança-granadas contra o exército.