Última hora

Última hora

Crise humanitária na Síria

Em leitura:

Crise humanitária na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Na Síria cerca de 2,5 milhões de pessoas vivem em situação de carência.Os conflitos conduziram à rutura dos bens essenciais. Em Suran, a 15 km a norte de Aleppo, as pessoas fazem fila na única padaria que permanece aberta.

A situação humanitária agravou-se nas últimas semanas. A região assistiu à intensificação dos confrontos entre as forças governamentais e os rebeldes.

Valerie Amos, responsável humanitária das Nações Unidas: “Mais de um milhão de pessoas foram desenraizadas e enfrentam a destruição. Outro milhão tem necessidades humanitárias urgentes devido ao grande impacto da crise na economia e nos meios de subsistência. Em março estimamos que um milhão de pessoas precisavam de ajuda. Agora, mais de dois milhões e meio precisam de assistência. Estamos a trabalhar para adaptar o nosso plano e ajustar os fundos.”

As agências da ONU na Síria tentam discutir os meios para aumentar ajuda de emergência aos civis e apelam à comunidade internacional.