Última hora

Última hora

Pussy Riot: Advogado de defesa considera condenação política

Em leitura:

Pussy Riot: Advogado de defesa considera condenação política

Tamanho do texto Aa Aa

O advogado de defesa de uma das jovens do grupo garante que esta decisão do tribunal distrital de Moscovo surpreende ninguém. À saída do tribunal, Mark Feigin afirmou: “já esperavamos uma condenação. Esta sentença não foi decidida na sala do tribunal e não foi tomada pela juíza, vem de cima. Esta sentença é uma decisão política do Kremlin, de Vladimir Putin”.

Logo que foi conhecida a sentença das Pussy Riot começaram a ouvir-se vozes de protesto. Mesmo dentro do tribunal foram ouvidas as palavras “vergonha” e “injustiça”.

Entretanto, a União Europeia já qualificou esta condenação desproporcionada. A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton pediu mesmo à justiça russa que reveja a decisão, se não quer que surjam mais dúvidas sobre a liberdade de expressão no país.

Também o líder da igreja ortodoxa russa pediu clemência para as 3 jovens.

Esta sentença está a dividir a sociedade russa: de acordo com o Instituto de Sondagens do país 44% dos russos consideram a condenação justa.