Última hora

Última hora

Julian Assange: Reino Unido quer solução amigável com Equador

Em leitura:

Julian Assange: Reino Unido quer solução amigável com Equador

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido tenta pôr água na fervura no diferendo diplomático com o Equador devido ao caso Julian Assange. Uma fonte da diplomacia britânica afirmou que Londres busca uma solução amigável com Quito. Contudo o Foreign Office reitera que tem a obrigação legal de extraditar o australiano para a Suécia.

O porta-voz do Wikileaks disse à euronews ter “esperança que as autoridades britânicas mudem de posição” e que “forneçam um salvo-conduto” a Julian Assange para que possa sair da embaixada equatoriana em Londres e viajar para Quito.

A diplomacia equatoriana estará a tentar obter de Estocolmo garantias em como Assange não será extraditado para os Estados Unidos depois de um julgamento na Suécia. Um processo que o presidente do Equador julga infundado porque se trata de “relações consentidas”. Rafael Correa assegura que Assange pode ficar na embaixada em Londres por “tempo indeterminado”.

Enquanto não se encontra uma solução, o fundador do Wikileaks continua a viver num escritório sem luz natural, rodeado apoiantes e de agentes da polícia. Assange deverá exprimir-se publicamente este domingo, dois meses depois de procurar refúgio na embaixada do Equador.