Última hora

Última hora

Síria: sucessor de Annan aposta na reconciliação

Em leitura:

Síria: sucessor de Annan aposta na reconciliação

Tamanho do texto Aa Aa

Pequim, aliado de Damasco congratula-se com a nomeação de Lakhdar Brahimi, o novo enviado da ONU e da Liga Árabe para a Síria e promete apoiar os esforços do argelino na mediação do conflito.

O diplomata de 78 anos vai substituir Kofi Annan, que tentou sem sucesso implementar um plano de paz no país.

Brahimi que já representou as Nações Unidas no Iraque, Afeganistão, Haiti e África do Sul aposta na reconciliação para pôr fim ao banho de sangue na Síria. Mas a estratégia ainda não é conhecida.

Até ao momento sabe-se apenas que a missão de paz na Síria que amanhã termina, vai ser substituída por um gabinete de representação política de menor dimensão. Um espaço onde conselheiros militares vão trabalhar com o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros da Argélia.

No terreno, prosseguem os confrontos entre oposição e forças do regime pelo controlo de cidade de Aleppo, no norte da Síria. Parte da província, com o mesmo nome, está nas mãos dos homens que combatem o presidente Bashar al-Assad. Em Deraa, no sul do país, a guerra faz-se de palavras.

Esta sexta-feira, e à semelhança do que acontece desde há 17 meses, milhares de pessoas saíram à rua para exigir ao presidente sírio que abandone o poder.