Última hora

Última hora

Onda de calor na Europa desperta más recordações em França

Em leitura:

Onda de calor na Europa desperta más recordações em França

Tamanho do texto Aa Aa

As imagens deste sábado em Paris são de alegria, com as pessoas a encher as fontes próximo da Torre Eiffel. As terríveis memórias da onda de calor de 2003, que provocou 15 mil mortos em França, estão, porém, a preocupar as autoridades face ao calor que se faz sentir por estes dias no país.

O governo gaulês apela a medidas de prevenção e pede maior atenção às pessoas mais vulneráveis. Os franceses estão em alerta, como o demonstra M. Legrand, turista de visita à capital francesa: “O calor é muito forte e o nosso corpo não está preparado. Planeámos vir a Paris este fim de semana e aqui estamos. Mas ao tentar passar o dia na rua, estamos sempre à procura de sombra, de água, de tudo o que nos mantenha frescos. Daí, recorrermos às fontes.”

A Alemanha, tal como a França, está também a ser assolada pela onda de calor. Os germânicos têm procurado as zonas balneares, como, por exemplo, em Langen, perto de Munique. Mas o calor começa a ser demais, assume Claudia Haas, alemã que procurou refrescar-se num chamado lido: “Temos de beber muita água e usar o protetor. Mas não vamos ficar muito tempo. Está a ficar demasiado quente para os miúdos”

Os parques, em Londres, também se encheram. As pessoas procuram aproveitar os raros dias de sol e calor que a capital britânica lhes proporciona.

Em Portugal, por fim, o calor situa-se em níveis normais para a altura. As temperaturas mais altas são esperadas para segunda-feira, com 38 graus previstos para Beja, 37 para Castelo Branco e 34 graus para Lisboa.