Última hora

Última hora

Japão tenta dissipar tensões com China sobre "arquipélago da discórdia"

Em leitura:

Japão tenta dissipar tensões com China sobre "arquipélago da discórdia"

Tamanho do texto Aa Aa

O Japão tenta acalmar as tensões com a China depois de várias cidades chinesas terem sido palco durante o fim de semana de manifestações anti-nipónicas.

A diplomacia japonesa lembrou hoje que a China é um dos principais parceiros comerciais do país, defendendo uma melhoria das relações entre as duas nações.

Durante o fim-de-semana, milhares de manifestantes atacaram lojas e viaturas japonesas em mais de vinte cidades chinesas.

Em causa está a soberania de um arquipélago situado no leste do mar da China, Senkaku para os japoneses, Diaoyu para os chineses, disputado entre os dois países e palco de ações de grupos nacionalistas japoneses e chineses.

Na base dos protestos na China está o desembarque de 10 nacionalistas japoneses no arquipélago, no domingo, acompanhados de vários homens políticos.

Uma resposta ao desembarque, há uma semana, de um grupo de nacionalistas chineses que reclamam igualmente a soberania do arquipélago desértico.