Última hora

Última hora

Morte de Arafat: Israel volta a rejeitar qualquer responsabilidade

Em leitura:

Morte de Arafat: Israel volta a rejeitar qualquer responsabilidade

Tamanho do texto Aa Aa

Israel volta a rejeitar qualquer ligação à morte de Yasser Arafat. Depois da viúva do líder histórico palestiniano ter apresentado queixa contra desconhecidos pelo assassínio do marido, a euronews falou com o porta-voz do primeiro ministro israelita que garante que Tel Aviv não tem qualquer responsabilidade.
Recorde-se que um instituto suíço ter divulgado que encontrou uma quantidade anormal de polónio nos bens pessoais de Arafat. Ou seja, o líder histórico pode ter sido envenenado.

Mohammed Shaikhibrahim, euronews:
“Como responde às acusações de que Israel matou Yasser Arafat?”

Mark Regev, porta-voz governo de Israel:
“Simplesmente não é verdade, não é verdade. E não acredito que ninguém leve a sério essas acusações. E recordo aos palestinianos que todos os documentos sobre a saúde de Arafat, sobre os tratamentos que fazia, esses documentos estão com eles. Tanto com a família como com a Autoridade Palestiniana. Por isso digo-lhe que, em vez de fomentarem as teorias da conspiração, deviam tornar tudo público. Acredito que o assunto ia ficar esclarecido.”

Entretanto as autoridades palestinianas já tinham aprovado a exumação do cadáver, sepultado num mausoléu em Ramallah, na Cisjordânia, para que sejam realizados exames.