Última hora

Última hora

EUA: Congressista republicano causa polémica

Em leitura:

EUA: Congressista republicano causa polémica

Tamanho do texto Aa Aa

O congressista republicano Todd Akin causou grande polémica nos Estados Unidos ao declarar que o corpo da mulher é naturalmente capaz de evitar a gravidez quando esta é vítima de uma violação legítima.

Membro do Comité de Ciência da Câmara dos Representantes, Todd Akin explicou durante uma entrevista porque é contra o aborto.

“Antes de tudo, pelo que me disseram os médicos, é muito raro a gravidez acontecer. Se for uma violação legítima, o corpo da mulher tem formas de bloquear todo o processo. Mas vamos supor que isso não acontece. O castigo dever ser aplicado ao violador e não ao bebé”, afirmou Todd Akin.

Barack Obama também criticou as declarações do congressista republicano e afirmou que uma violação não pode ser classificada por tipos.

O candidato presidencial republicano, Mitt Romney, e o seu vice, Paul Ryan, emitiram um comunicado a esclarecer que discordam de Todd Akin e que a sua administração não se oporia ao aborto em casos de violação.