Última hora

Última hora

Roménia: Regresso de Basescu à presidência prolonga crise política

Em leitura:

Roménia: Regresso de Basescu à presidência prolonga crise política

Tamanho do texto Aa Aa

A crise política na Roménia ameaça perpetuar-se até às eleições parlamentares de novembro. O tribunal constitucional invalidou o referendo de 29 de julho para destituir o presidente Traian Basescu. Apesar de 88 dos votos expressos se pronunciarem a favor do afastamento do chefe de estado, apenas 46 por cento dos eleitores se deslocaram às urnas, ou seja, menos do que os 50 por cento exigidos para validar a consulta.
 
O presidente interino, Crin Antonescu, considerou a decisão do tribunal “injusta porque ignorou o voto de 8,5 milhões de romenos” embora tivesse reconhecido que o referendo não teve o quórum necessário.
 
Traian Basescu poderá assim regressar à presidência nos próximos dias, depois de ter sido suspenso pelo parlamento antes da consulta popular. O regresso do chefe de Estado é um rude golpe para o seu principal adversário, o primeiro-ministro Victor Ponta. O chefe do executivo limitou-se a aceitar o veredicto do tribunal constitucional desta terça-feira.
 
Mas a guerra surda entre os dois políticos deverá durar até às eleições legislativas de novembro. O social-democrata Victor Ponta é apontado como o favorito, em parte porque Traian Basescu é o rosto do pacote de austeridade imposto pelo FMI e pela União Europeia.