Última hora

Última hora

Espanha: "Restauradora" destrói fresco do séc. XIX

Em leitura:

Espanha: "Restauradora" destrói fresco do séc. XIX

Tamanho do texto Aa Aa

Dizem que o hábito faz o monge mas um par de pincéis está longe de fazer uma pintora. Um fresco do século XIX sucumbiu à boa vontade de uma paroquiana de Borja, nos arredores de Saragoça, em Espanha. A octogenária decidiu restaurar a imagem de Cristo pintada por Elías García Matínez. A Igreja Católica e a câmara municipal rejeitam qualquer responsabilidade no sucedido, apesar das declarações da autora.

Cecilia Giménez: “O padre sabia e o sacerdote também. É claro! Como é que eu poderia fazer isto sem que mo tivessem pedido?”

Jornalista: “Não o fez às escondidas?”

Cecilia Gimménez: “Não. Toda a gente que entrava me via a pintar. Nunca fiz nada às escondidas.”

O fresco foi pintado num par de horas por Elías García Martínez. Mas foi preciso mais tempo para destruir a obra. A neta do autor de Ecce Homo perdeu a esperança na recuperação da imagem de Cristo.

Teresa Garcia: “Até à data ela só tinha tocado na túnica, o problema é que decidiu pintar a cabeça e destruiu o quadro.”

Na próxima semana vai ser avaliada a possibilidade de restaurar o fresco. Até lá as ideias para salvar a obra deverão continuar a inundar as redes sociais.