Última hora

Última hora

França: Governo anuncia medidas para integrar membros da comunidade Rom

Em leitura:

França: Governo anuncia medidas para integrar membros da comunidade Rom

Tamanho do texto Aa Aa

Os ciganos búlgaros e romenos vão ter a vida facilitada em França. O governo de Paris decidiu esta quarta-feira levantar alguns entraves à contratação dos nacionais destes dois estados-membros da União Europeia, submetidos a um período transitório em vários países até 2014. O executivo anunciou o fim de um imposto específico exigido aos empregadores e o alargamento da lista de 150 profissões a que se podem candidatar.

À saída de uma reunião com o governo, o representante do coletivo Romeurope, Malik Salemkour, explicou que não foram apresentadas “exigências específicas para a comunidade Rom” e que “os seus elementos apenas querem ter uma vida digna.”

Estima-se que atualmente residam em França entre 15 e 20 mil ciganos do leste da Europa. Mas as medidas anunciadas pelo governo socialista são já criticadas pela oposição conservadora que considera não haver condições para empregar estas pessoas. “Numa altura em que o nosso país tem uma taxa de desemprego a rondar os 10 por cento, é ilusório fazer crer a estas pessoas, muitas vezes sem formação, que podem trabalhar no nosso país” – denuncia o deputado da UMP Eric Ciotti.

Durante a presidência de Nicolas Sarkozy os socialistas criticaram a expulsão de milhares de Roms e a destruição de vários acampamentos. Mas a polícia voltou a atuar de forma semelhante há duas semanas. O executivo evocou o cumprimento de decisões de justiça.