Última hora

Última hora

Ucrânia: A odisseia de Yulia Tymoshenko

Em leitura:

Ucrânia: A odisseia de Yulia Tymoshenko

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de Kiev deu por concluída a audição do recurso apresentado por Yulia Tymoshenko.
A decisão final será conhecida entre os dias 11 e 13 de setembro.

Centenas de pessoas manifestaram-se nas ruas da cidade em apoio à ex primeira-ministra detida desde agosto de 2011 e condenada em outubro a sete anos de prisão por “abuso de poder”.

“A acusação está convencida de que as provas recolhidas durante a investigação, confirmam na totalidade a culpa de Tymoshenko no crime hoje enunciado neste tribunal”, disse a procuradora-geral.

A acusação pediu ao tribunal que rejeitasse o apelo de Tymoshenko que se diz vítima de perseguição política. Esta é também a convicção de muitos líderes ocidentais.

“Para mim, na Ucrânia um julgamento justo é um milagre, por isso não haverá milagre. Contudo, continuaremos a lutar pela liberdade de Tymoshenko, e se este tribunal não anular o veredicto, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, fá-lo-á”, afirmou Arseniy Yatsenyuk, líder da oposição.

Os processos contra Tymoshenko desencadearam uma grave crise entre a Ucrânia e a União Europeia que vê motivações políticas nos julgamentos e pede a libertação da ex primeira-ministra.