Última hora

Última hora

Zona euro: Grécia deve cumprir compromissos

Em leitura:

Zona euro: Grécia deve cumprir compromissos

Zona euro: Grécia deve cumprir compromissos
Tamanho do texto Aa Aa

Acabaram as férias na zona euro. A chanceler alemã recebeu o presidente francês esta quinta-feira, ao final do dia, em Berlim. Os dois dirigentes mostraram-se firmes nos discursos: a Grécia tem de cumprir os compromissos assumidos. Angela Merkel e François Hollande mostraram um discurso afinado, à falta de uma estratégia clara para salvar o euro:
 
“É importante para mim que todos cumpram os seus compromissos e acima de tudo que a troika apresente o relatório de setembro. Mas nós encorajamos, e eu encorajo, a Grécia a prosseguir o caminho das reformas que têm exigido tanto do povo grego” – afirmou a chanceler alemã, Angela Merkel.
 
“Nós queremos, e eu quero, que a Grécia permaneça na zona euro. Isto é o que tenho dito desde o início da crise. Compete aos gregos fazerem os esforços necessários para que consigamos atingir este objetivo” – sublinhou o presidente francês, François Hollande. 
 
O primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, pretende que a troika conceda quatro anos à Grécia, em vez dos dois inicialmente previstos no programa de assistência financeira. Samaras afirma que não quer mais dinheiro mas o país precisa de tempo para implementar as reformas necessárias. O chefe do executivo grego desloca-se a Berlim e a Paris esta semana para tentar convencer os dirigentes europeus das suas intenções.
 
“Apesar de ser difícil de falar do eixo Paris-Berlim desde a chegada de Hollande à presidência francesa, esta reunião demonstra novamente que as duas capitais precisam de chegar a um acordo se quiserem encontrar uma solução para a crise da zona euro e para uma abordagem comum das grandes crises internacionais” – Giovanni Magi, euronews.