Última hora

Última hora

Alívio na Noruega

Em leitura:

Alívio na Noruega

Tamanho do texto Aa Aa

Os noruegueses respiram de alívio depois de conhecida a sentença desta sexta-feira.

Cerca de 70 por cento da população queria ver Breivik na cadeia, mas a revolta dos sobreviventes não esmoreceu com a decisão da justiça.

“Gostava de visitar Breivik na prisão e de gritar durante 15 minutos, gostava de poder expressar a minha fúria durante 15 a 20 minutos, e até mesmo partir alguns pratos, enfim, gostava de mostrar a minha revolta” refere um sobrevivente.

Os noruegueses desvalorizam as atitudes do réu durante a audiência:

“Estamos habituados às reações de Breivik e não creio que as pessoas lhe dêem muito valor.
Queriamos este veredicto porque permite mantê-lo longe durante o tempo que ficar atrás das grandes.”

Para as famílias das vítimas foi feita justiça.

“Não posso esquecer a Andrina. Ela continua connosco, mas posso deixar para trás o julgamento e o homem que matou a minha filha. A tristeza vai desaparecer, mas não a vontade de a ver. E isso, é algo com o qual temos de apreender a viver” afirma a mãe de uma das vítima.

Muitos noruegueses lamentam, no entanto,
que a pena máxima prevista pela lei não tenha sido alterada com o caso Breivik.