Última hora

Última hora

Bélgica: Autarquia de Bruxelas multa "piropos"

Em leitura:

Bélgica: Autarquia de Bruxelas multa "piropos"

Tamanho do texto Aa Aa

A partir de setembro, na cidade de Bruxelas, na Bélgica, proferir um “piropo” pode resultar em multa.

A autarquia aprovou um decreto que estabelece multas até 250 euros para quem seja considerado culpado em qualquer tipo de assédio sexual na rua.

A autarquia tomou a medida depois de ter recebido várias queixas de muitas mulheres.

“Se a educação não funciona então o nosso trabalho serve também para mostrar que o poder público está aqui. A certa altura aqueles que não entendem as regras de convivência nem as campanhas então serão multados,” afiança o vereador, Philippe Close.

Mas o que é considerado assédio? Para uma das fundadoras do movimento de antissético “Hollaback Belgium”, Angelika Hild, há ainda muitas questões que precisam de resposta.

“Pensamos que multar apenas as pessoas não é suficiente. Não se percebe muito bem o que eles querem dizer. Referem-se apenas a observações sexistas de homens para mulheres? Referem-se também, por exemplo, a observações homofóbicas, também muito comuns? “, pergunta Hild.

O assunto tornou-se tema de debate nacional, na Bélgica, depois de Sofia Peeters, uma estudante de cinema, ter realizado um documentário onde retrata o assédio de que é alvo sempre que sai à rua.