Última hora

Última hora

Berlim suaviza posição sobre intervenção do BCE

Em leitura:

Berlim suaviza posição sobre intervenção do BCE

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha abre a porta à intervenção do Banco Central Europeu (BCE) no mercado obrigacionista. Wolfgang Schäuble, ministro alemão das Finanças, considera que a compra de dívida de países em dificuldades não viola o mandato do BCE.

Schäuble reitera assim o apoio já expresso pela chanceler Merkel aos planos do BCE, o que representa uma suavização da posição de Berlim.

Até agora, o representante alemão no BCE oponha-se à compra de dívida, para fazer baixar os custos de financiamento de Itália e Espanha. A hipótese foi evocada por Mario Draghi, presidente do BCE, na última reunião, depois de ter prometido fazer o necessário para preservar o euro.