Última hora

Última hora

Chile: Protesto de estudantes acaba em confrontos com polícia

Em leitura:

Chile: Protesto de estudantes acaba em confrontos com polícia

Tamanho do texto Aa Aa

No Chile, as manifestações de estudantes do ensino secundário acabaram em confrontos com a polícia. 113 pessoas foram detidas esta quinta-feira. Os protestos para exigir educação pública gratuita e de qualidade começaram no ano passado mas intensificaram-se nas últimas semanas em Santiago do Chile.
Alguns manifestantes usaram pedras, paus e garrafas.
A polícia respondeu com jatos de água e bombas de gás lacrimogéneo.

O presidente chileno considera estes protestos pouco significativos. Sebastian Pinera afirma mesmo que “existem mais de 11 mil escolas no nosso país. E nesta altura só alunos de 9 escolas estão a participar nas manifestações, menos de 0,1 por cento das escolas chilenas. Ou seja, temos mais razões para dar ouvidos aos outros 99,9%”.

Recorde-se que no ano passado, os protestos tiveram apoio de pais, professores e contribuíram para a queda de popularidade do presidente Sebastian Pinera.
No Chile, todas as universidades – mesmo as públicas – são pagas. Quem não tem recursos, recorre a empréstimos bancários para financiar os estudos.