Última hora

Última hora

Espanha nega negociações para pedido de resgate

Em leitura:

Espanha nega negociações para pedido de resgate

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha nega estar em negociações com os parceiros europeus para um plano de resgate completo do país.

No final do primeiro conselho de ministros após as férias, face às notícias avançadas por vários meios de comunicação, a porta-voz do governo, Soraya Saenz de Santamaria, afirmou: “Para o caso de haver dúvidas, o porta-voz para os Assuntos Económicos na Comissão Europeia indicou que a Comissão não mantém negociações com Espanha sobre nenhuma assistência para além da ajuda concedida aos bancos. Não há discussões sobre um qualquer tipo de resgate. O porta-voz da Comissão disse-o e eu confirmo”.

Para os bancos, Madrid pediu até cem mil milhões de euros.

O executivo está a terminar a reforma do setor, exigida pelo plano de ajuda, e na próxima semana irá discutir com os parceiros europeus a criação de um banco para concentrar ativos tóxicos, após a explosão da bolha imobiliária.

No conselho de ministros, o governo decidiu também prolongar e aumentar a ajuda mensal de 400 euros aos desempregados de longa duração, numa altura em que um em cada quatro espanhóis não tem trabalho.