Última hora

Última hora

O homem amável que um dia perdeu a cabeça

Em leitura:

O homem amável que um dia perdeu a cabeça

Tamanho do texto Aa Aa

Um homem tranquilo e amável. É desta forma que os vizinhos descrevem Jeffrey Johnson. O norte-americano de 53 anos que, esta sexta-feira, abriu fogo junto ao Empire State Building, em Nova Iorque.

Um ano depois de ter sido despedido, o designer de acessórios de moda dirigiu-se à empresa e matou um dos responsáveis. Acabaria por ser morto na rua pela polícia.

“Não queria acreditar. É muito triste que isto tenha acontecido na América” refere uma mulher.

“É preciso endurecer as leis. Temos pessoas a trazer armas de todo o lado, o que é lamentável” afirma um homem.

A arma utilizada no crime foi comprada de forma legal.

As estatísticas revelam que as armas de fogo são responsáveis por 34 homicídios, diários, nos Estados Unidos.

“A cidade de Nova Iorque é a mais segura do país. Estamos perto de registar o mais baixo nível de crimes este ano, mas não estamos imunes ao problema nacional da violência armada” afirma o presidente da Câmara de Nova Iorque.

A venda de armas de fogo disparou, nos Estados Unidos, depois do ataque individual num cinema no Colorado.