Última hora

Última hora

Ai Weiwei: um ativista não pede desculpa

Em leitura:

Ai Weiwei: um ativista não pede desculpa

Tamanho do texto Aa Aa

Ai Weiwei através da lente de Alison Klayman. A realizadora americana resgatou a figura do ativista chinês num documentário proibido em Pequim.
O filme: “Ai Weiwei: Never Sorry” retrata esta personalidade enquanto trabalhava num projeto para denunciar a passividade da administração chinesa, na gestão do terramoto de Sichuan.

Ai Weiwei continua a criticar o governo frequentemente através do Twitter, uma rede social bloqueada na China, mas acessível a quem consiga contornar o sitema informaticamente. Não pode sair do país e está sob vigilância constante.
O documentário: “Ai Weiwei: Never Sorry” não tem estreia marcada para Portugal, mas a voz crítica desta ativista pode ser ouvida através da internet e das redes sociais.