Última hora

Última hora

Aumenta a violência na Síria

Em leitura:

Aumenta a violência na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Doze pessoas morreram e cerca de meia centena ficou ferida, esta terça-feira, na explosão de um carro armadilhado, num bairro de Damasco, na Síria.

De acordo com os “media” locais, o atentado ocorreu durante um funeral de dois partidários do regime de Bashar al-Assad.

O escalar da violência foi uma constante durante esta terça-feira, um pouco por toda a Síria.

Alguns bairros de Damasco foram palco de intensos combates entre as forças do regime e as brigadas de elite do exército sírio livre.

Na província de Idlib, no noroeste do país, pelo menos 17 civis morreram durante um bombardeamento da vila da Kafar Nabel, pelas forças do regime.

Também a cidade de Alepo, no norte, bastião dos rebeldes, foi alvo de artilharia pesada.

Com a violência a aumentar, cresce o número de sírios que tentam fugir aos combates.

Na fronteira entre a Síria e a Turquia, cerca de 10 mil sírios estão à espera de que as autoridades de Ancara construam mais campos de refugiados. A espera está a provocar a revolta daqueles que tentam fugir à guerra.

A Turquia acolhe já mais de 80 mil refugiados sírios e os nove campos de refugiados que tem, ao longo da fronteira estão completamente lotados.