Última hora

Última hora

Colômbia confirma iniciativa para relançar negociações de paz com as FARC

Em leitura:

Colômbia confirma iniciativa para relançar negociações de paz com as FARC

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente colombiano confirmou, esta noite, ter iniciado contatos para relançar as negociações de paz com a guerrilha das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Num breve discurso ao país, Juan Manuel Santos prometeu anunciar os resultados das discussões preliminares nos próximos dias, sublinhando que, “qualquer processo negocial terá como objetivo principal o fim do conflito”.

As conversações poderiam iniciar-se em Oslo já no dia 5 de Outubro, para prosseguirem em Havana, mediadas por Cuba, Venezuela e Noruega.

O diretor da estação de televisão venezuelana, Telesur, confirma que as negociações vão comerçar e revela: “Há delegações do governo e da guerrilha que vão seguir depois para Havana para negociar e o objetivo é não deixar a mesa sem um acordo de paz”

As FARC renunciaram em fevereiro aos sequestros, antes de libertar, em abril, os últimos militares e agentes da polícia que tinham em seu poder.

As últimas negociações tinham fracassado em 1998, depois do então presidente, Andres Pastrana, ter aceite uma retirada militar parcial que acabou por permitir o reforço da guerrilha.

O presidente Santos garantiu, esta noite, que o governo “não vai repetir os erros do passado” e que “os militares vão prosseguir as suas operações no terreno”.

Segundo a rádio colombiana Caracol, as discussões entre governo e guerrilha poderão girar em torno de seis pontos, que incluem o abandono das armas e a participação política após o processo de paz, assim como o desenvolvimento rural e a luta contra a pobreza.