Última hora

Última hora

Liberdade condicional para a ex-mulher do pedófilo belga Marc Dutroux

Em leitura:

Liberdade condicional para a ex-mulher do pedófilo belga Marc Dutroux

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça belga deu luz verde à libertação condicional de Michelle Dutroux, ex-mulher do pedófilo e homicida belga Marc Dutroux. Desde 1996, Michelle Martin já cumpriu mais de metade da pena de trinta anos.

O Supremo Tribunal belga confirma, assim, a decisão de julho, do Tribunal de Aplicação de Penas e rejeita os recursos apresentados pelos pais das vítimas.

Michelle Martin foi considerada culpada por envolvimento no sequestro das jovens vítimas do então marido, Marc Dutroux, e de ter deixado morrer de fome Julie Lejeune e Melissa Russo, ambas de oito anos, numa casa de Marcinelle, perto de Charleroi, na Bélgica.

Ao que tudo indica, irá entrar no no convento das clarissas em Malone, perto de Namur.

O anúncio da sua libertação provoca a cólera das famílias das vítimas e da população em geral e relança o debate sobre a necessidade de penas incompressíveis para os crimes mais graves.