Última hora

Última hora

Supremo confirma pena de Timochenko

Em leitura:

Supremo confirma pena de Timochenko

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça ucraniana foi a enterrar esta quarta-feira. Um gesto simbólico dos apoiantes de Iulia Timochenko que viu confirmada a pena de sete anos de prisão pelo Supremo Tribunal de Kiev.

Em causa está um contrato assinado com a Rússia sobre o fornecimento de gás e que a justiça ucraniana considera ter lesado os interesses nacionais.

A antiga primeira-ministra cumpre uma pena de sete anos de prisão desde 2011 por abuso de poder.

A Procuradora, Oksana Drohobytska, reage às críticas da comunidade internacional:

“Rejeitamos desde o início a ideia de que o caso de Iulia Timochenko tivesse motivações políticas. O crime cometido insere-se no processo penal. Timochenko foi condenada por abuso de poder e por ter lesado o Estado” afirma.

A defesa promete recorrer para a mais alta instância jurisdicional europeia.

“Esta decisão abre caminho ao recurso para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Estamos, também, a trabalhar numa queixa que contamos apresentar nos próximos dias. Tínhamos antecipado esta decisão e os papeis estão praticamente prontos” refere o advogado, Serhiy Vlasenko.

Euronews: “A rápida decisão tomada do Supremo Tribunal ocorre na contagem decrescente para as eleições gerais do país previstas para daqui a dois meses.”