Última hora

Última hora

Ucrânia: Tribunal rejeita apelo de Yulia Tymoshenko

Em leitura:

Ucrânia: Tribunal rejeita apelo de Yulia Tymoshenko

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal de Kiev rejeitou esta quarta-feira o apelo de Yulia Tymoshenko. A antiga primeira-ministra da Ucrânia pretendia que fosse revista a acusação por abuso de poder, que a condenou em outubro a sete anos de prisão, na sequência de um negócio de gás assinado com a Rússia em 2009, quando ainda estava no parlamento.

Tymoshenko, porém, não teve sorte. Mesmo com a pressão internacional, o coletivo de juízes do tribunal de Kiev decidiu que o apelo não justificava a revisão e a antiga chefe de governo mantém-se sob prisão.

A União Europeia e os Estados Unidos pedem a libertação da antiga primeira ministra, e atual líder de uma das principais alas da oposição, por considerarem que a prisão teve motivações políticas e terá sido influenciada pelo atual presidente ucraniano, Viktor Yanukovich.