Última hora

Última hora

Afeganistão: Cinco australianos mortos em dois dias

Em leitura:

Afeganistão: Cinco australianos mortos em dois dias

Tamanho do texto Aa Aa

Semana trágica para as Forças de Defesa da Austrália estacionadas no Afeganistão. Cinco soldados ao serviço da NATO morreram entre quarta e quinta-feira. Três deles, na sequência de disparos efetuados por um homem vestindo um uniforme militar afegão.

O ataque armado deu-se quarta-feira na província afegã de Uruzgan. Mais a este, na província de Helmand, outros dois soldados australianos morreram esta quinta-feira, na sequência da queda de um helicóptero.

São as maiores baixas em combate para a Austrália desde a Guerra no Vietname. “Perdemos hoje cinco homens. Não tenho palavras para descrever a imensa dor que as famílias deverão estar a sentir. As Forças de Defesa Australianas partilham dessa dor e vão continuar a apoiar as famílias”, garantiu Mark Binskin, subchefe das Forças de Defesa Australianas.

As cinco mortes marcam o pior dia para a Austrália desde que em 2001 entrou na guerra do Afeganistão. Ao todo, 38 soldados australianos já morreram naquele território nestes 11 anos.

Na sequência das tragédias, a primeira-ministra australiana abandonou o Fórum das ilhas do Pacífico, nas Ilhas Cook, e voltou à Austrália. Julia Gillard garantiu, entretanto, que as recentes baixas nas forças da NATO não vão alterar a estratégia de transição em curso no Afeganistão.