Última hora

Última hora

Luisiana começa a emergir do fenómeno Isaac

Em leitura:

Luisiana começa a emergir do fenómeno Isaac

Tamanho do texto Aa Aa

A maior parte da Luisiana está ainda sob as águas trazidas pelo Isaac e privada de eletricidade, mas o susto já passou.

O aeroporto internacional Louis Armstrong, de Nova Orleães, deverá reabrir esta sexta-feira e diversos portos e refinarias da Golfo do México voltaram a operar.

O Isaac deixou pesados danos pelas inundações, mas poupou as vidas dos residentes. Ainda assim, há quem considere que os alertas podiam ter sido mais eficazes:

“Penso que, se no último momento, a tempestade tivesse piorado, seria difícil, deviam ter-nos dado indicações de até onde a água poderia ir”

“Perdi o meu carro, a casa, a mota. Perdi tudo. Só fiquei com o que tenho no corpo”.

E o perigo ainda ronda. As autoridades estão particularmente preocupadas com um dique que ficou danificado e que, a qualquer momento, poderá ceder.

O Isaac deixou na Luisiana uma rasto de destruição calculada entre 500 milhões e dois mil milhões de dólares. Horas antes, na Republica Dominicana e no Haiti, matou 23 pessoas.