Última hora

Última hora

Síria: Guerra reclama mais 18 vidas perto de Alepo

Em leitura:

Síria: Guerra reclama mais 18 vidas perto de Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

A guerra na Síria reclamou mais 18 vidas esta manhã numa localidade próxima de Alepo na sequência de um bombardeamento aéreo, anunciou uma fonte da oposição. Entre os mortos contam-se seis mulheres e duas crianças.

No domingo o número de mortos tinha já ultrapassado a centena. Na província de Hama, o exército atacou uma aldeia sunita e matou mais de duas dezenas de homens. A oposição denuncia a morte de civis mas para o regime trata-se de terroristas.

Entretanto, em Azaz, junto à fronteira com a Turquia, alguns residentes regressaram à localidade depois do bombardeamento de meados de agosto.

Um habitante mostra o que resta da casa do irmão, onde vivia mais as quatro filhas e um filho de um ano e meio. “Eles não são terroristas” – exclama.

A violência faz-se também sentir nas proximidades do poder. Em Damasco, um atentado à bomba no bairro de Abou Remmaneh, fez quatro feridos. As bombas foram colocadas num prédio junto a um edifício militar. O ataque foi reivindicado por um grupo islâmico autodenominado “Brigada dos Netos do Profeta”.