Última hora

Última hora

Ataque mancha vitória dos independentistas no Quebeque

Em leitura:

Ataque mancha vitória dos independentistas no Quebeque

Tamanho do texto Aa Aa

Foi a gritar a frase “Os ingleses chegaram” que o alegado autor dos disparos na festa da vitória dos separatistas do Quebeque foi detido. O homem ainda acrescentou “tem de haver um ajuste de contas”.

Momentos antes, o indivíduo entrou na sala e abriu fogo, matando uma pessoa e deixando outra gravemente ferida. Pelo caminho, terá incendiado as traseiras do edifício.

Os disparos foram ouvidos durante o discurso de vitória da líder do Partido Independentista do Quebeque. Pauline Marois foi rapidamente retirada da sala, regressando mais tarde para terminar a intervenção e falar em “incidente”.

O Partido Independentista do Quebeque venceu, com uma curta margem, as eleições para o governo desta província canadiana. Uma vitória sem maioria absoluta que não lhe permite trazer para a agenda um referendo sobre a independência do Quebeque.

A formação pró-separatista obteve 32 por cento dos votos contra 31.1 por cento do Partido Liberal do primeiro-ministro cessante. Jean Charest não resistiu às suspeitas de corrupção do Governo e a um longo conflito com os estudantes em que se manteve inflexível sobre o aumento das propinas.

O último episódio de violência de cariz político no Canadá remonta a 1970.