Última hora

Última hora

Mega operação contra infiltrados talibãs na ISAF

Em leitura:

Mega operação contra infiltrados talibãs na ISAF

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de militares afegãos, suspeitos de ligações com insurgentes, foram detidos ou expulsos do exército. Sobre eles recaem suspeitas de ataques contra as tropas da NATO e, em certos casos, haverá mesmo provas.

A operação decorre no âmbito da luta contra as infiltrações talibãs nas tropas da ISAF, a missão da Aliança Atlântica no Afeganistão. “Instaurámos inquéritos independentes juntamente com outros departamentos de segurança afegãos e com as forças internacionais”, declarou o general Zahir Azimi, porta-voz do governo afegão. “Esta é uma grande preocupação do presidente e do ministério da Defesa.”

A investigação abrange 195 mil homens do exército afegão. Desde o início do ano, os ataques de infiltrados talibãs mataram 45 militares da coligação internacional, 15 só no mês de agosto.

As forças afegãs devem assumir a total responsabilidade da segurança do país no final de 2014. No domingo, o comando de operações especiais norte-americanas já tinha suspendido, temporariamente, a formação dos novos recrutas das forças afegãs.