Última hora

Última hora

Mina de Marikana pode encerrar se a greve se mantiver

Em leitura:

Mina de Marikana pode encerrar se a greve se mantiver

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de três mil mineiros manifestaram-se perto da mina de platina de Marikana, no noroeste da África do Sul, naquele que é o maior protesto dos últimos tempos.

A polícia interveio com gás lacrimogénio e bastões para disperssar a multidão mas sem sucesso.

Em 16 de agosto 34 mineiros morreram em confrontos com a polícia e a continuação do protesto poderá encerrar a mina, pelo menos à esta a ameaça da empresa se a greve em curso não for desconvocada.

As operações estão praticamente paralisadas no subsolo da mina desde há quatro semanas.

As negociações entre a administração e os sindicatos representativos dos mineiros foram interrompidas na noite de segunda-feira devido a um impasse sobre os aumentos salariais exigidos pelos mais de 3 mil operadores de máquinas de perfuração.