Última hora

Última hora

BCE comprará dívida de países resgatados

Em leitura:

BCE comprará dívida de países resgatados

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central Europeu avança para salvar o euro. A instituição decidiu reativar o programa de compra de dívida de curto prazo no mercado secundário. O programa não terá limite, vai implicar o FMI e as condições para os países serão rigorosas, implicando reformas.
 
A decisão não foi unânime. O representante alemão opôs-se, apesar do presidente do BCE, Mario Draghi, garantir que se integra no mandato da instituição e que é necessária: “A zona euro está fragmentada. As decisões tomadas hoje visam reparar a transmissão dos mecanismos de política monetária. Estas decisões são necessárias para restaurar a estabilidade e para concentrarmo-nos na estabilização dos preços na zona euro, são necessárias para restaurar a unidade da política monetária na zona euro”, assegurou.
 
Após as declarações de Draghi, a pressão diminuiu ligeiramente no mercado da dívida dos países em dificuldades, sobretudo em torno dos títulos com maturidades até três anos, os visados pelo programa.
 
A decisão era esperada com expectativa, depois de Draghi ter prometido “fazer tudo preservar a moeda única”.
 
Na reunião desta quinta-feira, o BCE reviu também em baixas as previsões de crescimento da zona euro e manteve inalteradas as taxas de juro.