Última hora

Última hora

Chefe dos serviços secretos de Kadhafi extraditado para a Líbia

Em leitura:

Chefe dos serviços secretos de Kadhafi extraditado para a Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo chefe dos serviços secretos de Muahmar Kadhafi foi extraditado da Mauritânia para a Líbia. Abdullah al-Senussi encontra-se agora numa prisão de alta segurança em Tripoli onde vai ser julgado por crimes contra a humanidade. O antigo homem forte do regime tinha sido detido na Mauritânia há seis meses. O Tribunal Penal Internacional, a França e a Líbia disputaram a extradição de al-Senussi.

“Esperemos que a justiça faça o seu trabalho porque ele é a “caixa negra” de Kadhafi e dos seus crimes” – afirma um residente de Benghazi.

Paris acusa o ex-chefe dos serviços secretos de Kadhafi de envolvimento no atentado de um voo comercial que explodiu nos céus do Níger, em 1989, com 54 franceses a bordo. Al-Senoussi também é suspeito de envolvimento no atentado contra o avião da PanAm que explodiu sobre Lockerbie e que fez 270 mortos em 1988.